Congonhas estabelece como uma de suas metas a inovação tecnológica e o desenvolvimento econômico

A partir de agora a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável passa a se chamar Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia (SEDECIT). Com uma nova visão de trabalho, o objetivo desta pasta é o desenvolvimento das atividades econômicas que existem no Município e trabalhar a inovação e a tecnologia como prioridade. Para que isso aconteça, houve alterações também no organograma da Secretaria. Foi criada a Diretoria de Inovação, Tecnologia e Novos Negócios, que é responsável pelo desenvolvimento da Política Municipal de Estímulo ao Empreendedorismo Digital, de Startups, de Empresas de Inovação e Tecnologia, instituída pela Lei 3.713 de 20 de novembro de 2017. Já o SINE volta a estar ligado à Diretoria de Trabalho e Renda.

“Algumas ações já começaram a ser implementadas, como o ecossistema de inovação do Município, que contará com a participação do próprio Poder Público e para o qual foram convidadas as instituições de ensino CET, IFMG, UFSJ e as empresas VALE, CSN, Ferrous e Gerdau. O SEBRAE e o Governo do Estado oferecerão apoio técnico para estimularmos o surgimento de startups e empresas de inovação tecnológica em Congonhas. Este trabalho é feito a partir das instituições de ensino, porque é nelas que acontecem as pesquisas com viés de abertura de novos negócios que geram inovação, para atender a indústria, o Poder Público e a sociedade. Essa mudança do nome da Secretaria é uma decisão muito importante, porque aponta para uma aposta grande do Governo Municipal no desenvolvimento econômico a partir da inovação e da tecnologia. Isso irá gerar o que todo mundo esperou até agora, que é a diversificação econômica. Iremos sair de um modelo mais rígido, baseado na indústria mineral, e faremos a transição para um modelo de base econômica com o que se tem de mais moderno e dinâmico, que são as startups”, explica o secretário Christian Souza Costa.

Esta Política Municipal irá fornecer estímulos a fim de que alunos das escolas técnicas e de ensino superior instaladas na cidade criem empresas inovadoras, buscando novas tecnologias que apontem soluções para o mercado e ideias que se transformem em negócios. “A pessoa pode já conseguir se tornar empresária ainda na faculdade. Iremos lançar editais ao longo do ano com objetivo de selecionar projetos nestas instituições de ensino. Este trabalho está em consonância com o desenvolvido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento de Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que também é muito audacioso”, afirma o secretário.

O ecossistema de inovação inclui igualmente toda a rede municipal de ensino. Servidores da Secretaria Municipal de Educação participam dos treinamentos, porque serão criadas interfaces para estimular os alunos a terem uma cultura empreendedora. “Só iremos mudar nossa economia mudando a cultura das pessoas que estão chegando ao mercado do trabalho”, garante Christian.

Conexão

Congonhas foi selecionada pelo Governo do Estado para participar do Minas Inova, que é um programa que conta com recursos financeiros suficientes para implementar nos municípios ações de desenvolvimento e negócios, inovação, empreendedorismo e inclusão digital.

A cidade está pré-selecionada ainda para receber um hub, que é um equipamento de telecomunicação utilizado para difundir conceitos, estratégias e soluções inovadores. No local onde ele será instalado, haverá também um laboratório da Rede Fab Lab, que está espalhada pelo mundo. Os produtos fabricados com impressora 3D e corte a lazer poderão ser comercializados e gerar renda para os empreendedores. A Prefeitura irá disponibilizar um local para esta destinação como forma de incentivá-los, já que no início das suas atividades, costumam não ter nem onde montarem seus negócios. Haverá ainda um co-working, que é um espaço de trabalho compartilhado com internet, para que as startups também tenham um ponto de apoio para desenvolver suas atividades.

Há outros programas relacionados a esta Política Municipal que serão desenvolvidos a partir de agora com intuito de ampliar o trabalho da nova Secretaria e, em consequência, diversificar e fortalecer a economia de Congonhas.

Uma outra ação da Secretaria é a implementação da Sala Mineira do Empreendedor. Ela irá incentivar a formalização dos microempreendedores individuais, atender a este público alvo, atrair novos negócios, facilitar a abertura de novas empresas em Congonhas e possibilitar a oferta de cursos de qualificação para empreendedores e empresários.

O 1º Fórum de Negócios de Congonhas, realizado pela Prefeitura em novembro, marcou o início do debate sobre a economia local e apontou proposições que começam a ser colocadas em prática.

SINE

Com essas mudanças no organograma, o SINE Congonhas passa a fazer parte da Diretoria de Trabalho e Renda, que permanece sob a responsabilidade do diretor Edson Raimundo da Silva, enquanto Eduardo Marçal assume o cargo de diretor de Inovação, Tecnologia e Novos Negócios.

As diretorias de Indústria e Comércio e de Desenvolvimento Rural seguem integradas a Secretaria e oferecendo apoio a esses segmentos produtivos do Município.

Admin Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *