Comunidade do Santa Mônica emCongonhas recebe nova unidade de saúde

Desde janeiro, a comunidade do Santa Mônica conta com atendimento médico perto de casa. O Governo Municipal entregou à população uma Unidade de Atenção Primária à Saúde (UAPS), que também abrange a população da Mineirinha, Campo das Flores, Campos Altos, Chacreamento Água Boa e parte do Alvorada. A abertura oficial do espaço foi realizada na noite desta segunda-feira, 19. Foram investidos R$ 653.623,59 na obra, feita com recursos oriundos dos governos Municipal e Federal. A região já havia sido contemplada, em 2017, com o novo prédio da Escola Municipal Jair Elias.

Além da população, participaram da solenidade o prefeito Zelinho; o vice-prefeito, Arnaldo Osório; o secretário municipal de Saúde, Rafael Geraldo Cordeiro; a secretária adjunta de Saúde, Célia Maria Coelho; a secretária municipal de Obras, Rosemary Aparecida Benedito; o presidente da Câmara Municipal, Adivar Geraldo Barbosa, e vereadores Lucas Santos Vicente (Lucas Bob) e Marcos Rezende Amaro (Coruja); o presidente da Associação Comunitária do Santa Mônica, José Luiz Barbosa; o diretor da empresa Uniobras Obras e Construções em Geral Eirele – ME, José Carlos de Andrade Barbosa; demais autoridades; e servidores municipais. O representante da Igreja Quadrangular, Rafael Gomes, abençoou o local.

Os recursos das unidades de Lobo Leite, Vila Cardoso, Santa Mônica e Santa Quitéria – que ainda será inaugurada – são oriundos dos governos Municipal e Federal, sendo estes últimos captados graças à intervenção do deputado federal, Marcus Pestana. Outras três contam com recursos do Município e do Governo do Estado, entre elas Basílica, Alto Maranhão e Jardim Profeta – esta última ainda será inaugurada.

Antes, os moradores do bairro recebiam atendimento em outras unidades, como a do Alvorada e do Ideal/Jardim Andreza. Agora, cuidar da saúde e do bem-estar ficou ainda mais fácil e rápido, como destacou a moradora do Santa Mônica, Bárbara Andrade. “Essa foi uma obra muito boa. O posto do Alvorada era longe para nós. Minha mãe toma insulina e faz acompanhamento médico aqui. O atendimento é excelente”, diz. Os profissionais da UAPS Santa Mônica também foram elogiados pela moradora Esmeralda Silva: “Fiz um exame preventivo aqui logo no primeiro dia. A equipe é excelente. Somos muito bem tratadas”.

O presidente da Associação Comunitária do Santa Mônica, José Luiz Barbosa, ressaltou o investimento do Governo Municipal no bairro, com a implantação do novo prédio da E.M. Jair Elias e da UAPS. “É com muito prazer que recebemos essa unidade de saúde. São duas obras, uma perto da outra: a escola e essa UAPS. Isso é muito bom para a população daqui. As pessoas saíam daqui para ter atendimento no Alvorada. Agora está próximo. Só temos que agradecer. Nosso bairro é pequeno, mas é um bairro que está com tudo”, ressaltou.

O prefeito Zelinho destacou os avanços feitos na área da Saúde, como a conquista de quatro Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) por meio de recursos da União, devido ao apoio do Deputado Estadual, Marcus Pestana, que também conseguiu recursos para a construção de um novo prédio para as clínicas da Criança e da Mulher. “Tenho o maior orgulho do serviço de saúde que estamos oferecendo em Congonhas. São poucas cidades do Brasil que têm o atendimento de Atenção Básica como temos – que cobre praticamente 100% da população -, e que tem uma UPA desse porte. Além disso, assumimos o Hospital Bom Jesus, por meio de uma intervenção, para que ele não fechasse as portas”, pontuou.

O secretário municipal de Saúde, Rafael Geraldo Cordeiro, observou que a população deve procurar a UAPS para ter uma saúde melhor e resolver a maior parte dos casos clínicos. “Muitas cidades brasileiras têm Estratégias de Saúde da Família (ESF) que atendem de 4 a 5 mil pessoas. Em Congonhas, estamos baixando esse número com a inauguração de novas unidades. Em 2013, tínhamos cerca de 13 equipes. Agora temos quase 20. Isso quer dizer que, a cada dia, aproximamos a população das nossas equipes de saúde”, completou.

UAPS Santa Mônica

A unidade do Santa Mônica presta os mesmos serviços de atenção básica realizados em outros bairros, como pré-natal, acompanhamento de hipertensos e diabéticos, odontologia, grupos de atividade física, acompanhamento nutricional, grupos de convivência com terapeuta ocupacional, vacinação, assistência farmacêutica, coleta de exame preventivo para mulheres, entre outros.

A UAPS do bairro conta com uma estrutura completa, com salas de cuidados básicos, de atendimento multiprofissional, de vacinação e de ginecologia, além de consultório odontológico. Na segunda-feira, a unidade conta com o Horário do Trabalhador, funcionando das 7h às 19h. De terça a sexta-feira, o horário de funcionamento é das 7h às 16h.

Admin Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *