Cruzeiro e América têm situação irregular para a base; só Galo apresenta documentos

Alojamentos da base de Raposa e Coelho não possuem alvará de funcionamento e nem vistoria dos bombeiros; Atlético está em dia com a fiscalização

Após o incêndio no Ninho do Urubu, CT do Flamengo, onde adolescentes morreram e 3 ficaram feridos, autoridades de vários estados brasileiros começaram a fiscalizar as instalações das categorias de base. Os três clubes de Belo Horizonte também foram vistoriados. Cruzeiro e América não apresentaram alvará de funcionamento e nem vistoria dos Bombeiros. O Atlético foi o único a estar em dia com a documentação. A informação foi divulgada pelo Globo Esporte.

Clubes de Belo Horizonte tiveram as estruturas das categorias de base vistoriadas

A raposa é o único em que os jovens treinam em um lugar diferente do profissional. A Toca 1, que serve de residência para 35 atletas, não tem alvará de funcionamento e nem possui o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiro (AVCB). O fato foi confirmado pela secretária de política urbana da Prefeitura de Belo Horizonte, Maria Caldas, em entrevista a TV Globo. Nesta quarta-feira(13), os bombeiros fizeram uma visita programada às tocas I e II.

No Coelho, são cerca de 60 garotos nos alojamentos do CT Lanna Drummond. O local pertence ao município de Contagem. A prefeitura informou que não encontrou o alvará de funcionamento e nem o Auto de Vistoria dos Bombeiros. O clube tem 48 horas para apresentar a documentação.

Na última sexta-feira à noite, dia da tragédia no Ninho do Urubu, o América, por meio de sua assessoria, tinha divulgado uma nota afirmando que “todos os laudos exigidos pela legislação estão vigentes, com presença de extintores de incêndio nas dependências do CT. Inclusive, o América possui Licença A do Certificado de Clube Formador (CCF), que atende às exigências de entidades de administração do desporto”.

O Atlético foi o único que apresentou os laudos. O alvará de funcionamento, emitido pela Prefeitura de Vespasiano, está em dia e a vistoria dos bombeiros tem validade até outubro de 2019. São 105 garotos morando na Cidade do Galo.

Fonte: Jornal O Tempo

 

Admin Autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *